Diário de smissio

Minha vida e Meu ultimo ano

Domingo, 17 de Outubro de 2021.
surpreso     

Minha vida e Meu ultimo ano Público
Hoje estava refletindo um pouco sobre como foram as coisas para para mim no último ano, bom para começar, acho bacana contar como eram as coisas e como ficou depois, e de verdade muitas mudanças ocorreram! Eu sempre fui na maior parte de minha vida bem quieta, eu sempre gostei de observar muito as coisas, como elas acontecem, posso dizer que quando criança fui bem "alegre" vamos dizer assim em alguns momentos, mas tive minha fase birrenta ( hehehe coitada da minha mãe ) mas passei por momentos ruins também, fui crescendo e tive que lidar com as coisas "difíceis" da fase da adolescência, na verdade, parecia difícil, mas comparado com as questões que tenho hoje, não eram tão ruins...mas aprendi com isso. O mais interessante é como as coisas moldam bastante como vamos ser depois, mas a verdade é que podemos melhorar sim muitas coisas em nós, ao contrário do que alguns dizem, dá sim para aprender coisas novas, bom voltando quando estava perto dos meus 18 anos passei por momentos bem ruins eu desenvolvi uma depressão e quase perdi a batalha por duas vezes, e de verdade foi bem solitário, não posso dizer que a culpa é desse ou daquele às vezes as coisas acontecem e nós precisamos tentar melhorar, foi o que tentei fazer eu disse para mim mesma: tente ser melhor um pouco a cada dia e com isso passei a mudar a forma como eu enxergo o mundo, e fui mudando me tornando na minha visão uma pessoa melhor, sabe o que acontece é que a gente precisa pensar no que vai fazer bem para nós mesmos não vamos conseguir agradar a todos e devemos cuidar também do nosso ser interior e assim melhoramos as coisas ao nosso redor, as vezes devemos fazer algumas coisas por nós mesmos o que é bobo ou insignificante para o outro é importante para nós e devemos trabalhar isso dentro de nós e assim fiquei alguns anos desenvolvendo isso e o tempo foi passando cheguei a morar 6 meses com minha irmã em Brasília fui para lá com o intuito de estudar um pouco mais e minha irmã e cunhado me inscreveram no concurso para sargento da aeronáutica na época, lógico que não passei eu estava com muita pressão de todo lado naquele tempo e de verdade eu acho que não me esforcei o suficiente porque eu tinha dúvidas, porém isso me trouxe lições e aprendizado, tive algumas experiências....
Depois arrumei um trabalho em um shopping isso me trouxe mais aprendizado e me ensinou muitas coisas, eu sempre fui um pouco solitária mais graças a Deus tive alguns bons amigos para ajudar na jornada eu sou do tipo que valoriza muito a amizade e gosto de pessoas que independente do que tenham valorizam mais o ser do que o ter, não acho errado a pessoa querer melhorar sua situação e planejar o seu futuro isso faz parte da nossa evolução, mas eu acho que as pessoas não podem se tornar escravas disso sem perceber, as pessoas deveriam ver a beleza incrível que há dentro delas. Bom depois de um tempo quando achei que nada mais me surpreenderia, comecei uma faculdade achei um novo trabalho e lógico os aprendizados continuaram, e um dia absolutamente do "nada" eu soube, vi e senti algo inexplicável, algo que chegou de forma que eu não imaginava e depois de muito tentar entender e até não pensar eu acabei reconhecendo de certa forma o que era: "uma parte de mim" que estava por ai vamos dizer assim, algo que me inspira e traz uma beleza interior tão grande que de verdade eu nem sei se imagina o quanto me encanta e do quanto têm de boas coisas dentro para doar ao mundo, não coisas materiais, mas coisas mais valiosas: bons sentimentos! Bem guardados, um espírito lindo, que encanta que às vezes não vêm à tona, porque as responsabilidades diárias são bem complicadas, e é compreensível sabe, às vezes pessoas travam batalhas que nem imaginamos. O mundo é complicado as vezes.... As pessoas as vezes não entendem o quanto de luz têm dentro delas é incrível sabe, porque talvez no fundo até saibam mas talvez tenham medo do novo, do diferente é um mistério.
Bom com isso chegamos na parte delicada a chegada da pandemia do corona, quando falavam disso eu já imaginava que seria dureza e um período complicado, mas sinceramente foi tão ruim que me deixou sem ação e sem palavras, um pouco antes disso tudo acontecer eu havia decidido que iria aprender mais com essa "nova" experiência de achar o que me inspira e transformar eu mesma em uma versão melhor tentando aprender com o que me inspira, um tempo antes da pandemia me inscrevi e adquiri um ingresso para um evento era bacana porquê de fato acho que se tivesse ocorrido traria boas ideias e aprendizado para todos, mas voltando... e até que para quem vê de fora podia pensar: "oras você vai lá só para ver "? Na verdade, não, eu acho que embora pareça confuso a minha ideia era me inspirar de verdade, ver lógico, mas contemplar e tirar aprendizado de palavras que para mim não eram a toa um conhecimento passado por quem eu acho que merece atenção quando diz as coisas que ensina e que é muito mais do que pensa e não só por fora, mas por dentro. Pois, bem legal, o plano era ir contemplar o que eu queria de maneira respeitosa claro e voltar e pesar tudo que eu havia aprendido até ali e o que isso iria trazer de luz e aprendizado para minha vida, até porque qualquer coisa fora disso não estava no meu controle, mas aí veio uma coisa que eu já sabia, mas que doeu muito mesmo assim porque mostrava o quanto as coisas estavam ficando piores: o evento havia sido cancelado devido à situação mundial e, na verdade, eu já achava que era o certo afinal estava tudo tão ruim, que a última coisa que se precisava era de situações que pudessem complicar mais ainda o que estava ocorrendo no mundo, até então eu expressava de uma certa forma o que estava dentro de mim com mais frequência, eu realmente pensei: está ficando muito pior! E passei a ficar mais quieta talvez esse tenha sido um erro meu, mas a verdade é que eu estava tão preocupada com tudo que estava acontecendo, com todo mundo e quando ainda podemos ligar para aqueles que amamos e dizer: ei está tudo bem? É uma coisa... Agora imagina tudo o que é importante para você e você não pode saber, não pode ligar e nem tocar, parece assustador? Bem, na minha opinião posso dizer o seguinte: é bem assim mesmo! Todo mundo sofrendo e passando por coisas horríveis não só por causa de doenças mas cada pessoa sofreu de uma forma diferente é triste ver isso e dá medo, porque vemos o quanto somos frágeis e o quanto ainda falta evoluirmos por dentro às vezes nos faz perder um pouco da luz que temos, imagina você ver isso dia após dia as pessoas sofrendo todos os dias os acontecimentos piorando as pessoas chorando, com perdas de todos os tipos, sabe algumas pessoas sofrem muito com toda essa energia, e assim eu passei esse ano, com minha energia oscilando muito, eu tento aprender e ser melhor, mas nem sempre é fácil, sim eu já chorei muitas vezes! Teve uma época desses tempos em específico que eu sentia algo tão ruim como a própria morte algo pesado e não estava comigo, vinha de algo, alguém, algum lugar que não estava perto, essas coisas e sentimentos drenam nossa luz às vezes. Certa vez passei mal fisicamente tive convulsões mais de uma vez o porquê? Eu não sei! Ninguém soube explicar podia ser qualquer coisa. Mas, no fundo olhando por outro lado da moeda as pessoas podem pensar que não nos importamos mais, que não queremos que não tentamos, mas a verdade é que não é bem assim, sim nós nos importamos queríamos que fosse diferente, tentamos até que de forma simples criar oportunidades, mas nem sempre é fácil trilhar esses caminhos sozinhos, às vezes um pouco de parceria mesmo que simples é legal, sabe a verdade é que o que nos enchia de alegria e luz não sai assim do nada, na verdade, cresce! Nós passamos a ver com mais detalhes o que está por dentro, vemos o lado bom e o ruim, mas aquilo que acreditamos que é luz, que nos inspira e às vezes nos faz sonhar acordados vale muito a pena, só precisa de uma chance, devemos aprender com tudo isso às vezes nossa luz também fica pequena, mas devemos procurar aprender, e aqueles que amamos deveriam tentar entender que não saem do nosso coração, de nossas preocupações, de nossas orações para ficarem bem, que sejam felizes da forma que quiserem e que de verdade independente do que aconteça só queremos que sejam pura alegria e que aprendam a ser e enxergar o quanto de luz têm por dentro, do quão especial são... E assim foi meu ano aprendendo, às vezes chorando, mas tentando melhorar tudo o que pode ser melhorado em mim mesma, as vezes solitária, mas também não posso negar que teve pessoas que tentaram me levantar a essas eu agradeço, não eu não deixei de amar o que é importante para mim, às vezes só não posso ou não consigo enxergar sozinha o que eu poderia fazer, mas eu torço para que tudo o que é importante e o que amo fique bem, que tenha luz e seja feliz, e estou em constante trabalho para eu conseguir chegar ou pelo menos tentar chegar na melhor versão do que eu poderia ser como ser humano, sabe estudar buscar ter boas oportunidades é bom para conseguir sobreviver neste mundo cruel, mas não podemos esquecer na nossa essência do que é realmente importante do que vai diferenciar de verdade os vencedores dos perdedores e não é o ter e sim o mais difícil: O ser! Ser luz, ser humilde, alegre e ter empatia e acreditar que há muito mais ao nosso redor do que coisas vazias. É nisso que eu trabalho hoje em tentar melhorar o que têm de bom dentro de mim, não deixo de desempenhar minhas metas diárias de estudo e trabalho isso também faz parte da nossa evolução, mas eu procuro manter o equilíbrio para chegar no que eu acredito que vai ser melhor para minha energia e minha luz, não é fácil, é um caminho dolorido e escuro às vezes, por isso agradeço por Deus ter colocado algumas pessoas que estão de fato querendo ajudar e evoluir também em meu caminho, agradeço pelas pequenas coisas. Pelas grandes descobertas pela "minha outra parte" que está por aí, e por mim mesma por olhar e ver o quanto evolui, não sou a mais rica nem a mais inteligente, mas sou uma pessoa bacana que enfrentou muitos desafios, engraçada e simples e teve muitas superações, descobriu coisas fantásticas e que não sabe se amanhã vai ser um dia melhor ou pior, mas que vai tentar melhorar e evoluir com sua própria experiência.


Obrigada por ler, abraços de luz!

Sylvia S B Missio.


  [Voltar]  


Comentários

Comentários (2)




Para fazer comentários, realize o login.





Domingo, 31 de Outubro de 2021 �s 07:15
Muito obrigado por compartilhar e se abrir e e partilhar os seus pensamentos

(
0
)
(
0
)

 luna98
Quinta-feira, 21 de Outubro de 2021 �s 04:14
Obrigada por compartilhar um pouco dos seus pensamentos. Amei a leitura. Abraços de luz e fique bem!

(
0
)
(
0
)

 

Últimos Acessos

lsb

 

Destaque

    Twitter Facebook Orkut