Diário de pauloanderson

Terapia de vidas passadas

Sexta-feira, 02 de Setembro de 2011.

Terapia de vidas passadas Público
[b][green]Pois é meu querido diário, para um primeiro dia estou cheio de postagens né, mais sabia que eu gostaria de ter começado esse diário quando eu tinha 6 anos de idade, que foi a era que minhas desgraças começaram a acontecer.

Eu era uma criança muito tímida, me lembro que a turma inteira fazia bagunça e eu ficava ali no canto, sozinho sem conversar com ninguém..
Sempre foi bem díficl eu me enturmar com as pessoas... mais não vou falar sobre isso aqui, até porque minha história daria um livro dos mais tristes, acho que se chamaria - "A miserável vida do Paulo Anderson".

Quantas tristezas e decepções eu já passei nessa vida não é mesmo, ainda bem que eu escrevo só pra mim mesmo, pois só eu mesmo sei de tudo que eu já passei, nunca quis compartilhar minha merda de vida com ninguém, nem o que eu sentia nem o que eu passava, e também não tinha pessoas de confiança para eu fazer isso, pelo que eu me lembro eu add pessoas no orkut e no msn pra desabafar, quem sabe algumas delas poderia me ajudar?

Minha vida é um sofrimento interno e eterno, nunca passei fome e nem tive doença, agradeço a Deus por ter meus dois olhos, mais só que minha tristeza sempre foi profunda, sempre perguntava a Deus porque que eu não merecia ser feliz, quando não tinha amigos de verdade, quando não tinha a namorada que eu queria e quando não tinha a família que eu sempre sonhei ter.

Me refugiei dentro da umbanda com meus guias e guias dos outros, até um tempo atrás eu só servia e nunca tive nada em troca.. e mais uma vez as dúvidas afolavam minha mente, o porque eu não posso ser feliz meu Deus??

Foram tantas dificuldades, tantos mistérios, tantas perguntas sem explicação..

Já perdi as contas de quantos modos eu já tentei descobri a verdade: Terreiros errados, guias errados, falta de educação com as pessoas, responsabilidade, falta de atitude, falta de sorte, falta de sair de casa, falta de correr atrás, punheta excessiva, cartas, tarô, trabalhos de aberturas.. em quantos motivos eu já pensei para ser a razão do meu sofrimento, e até hoje eu não havia encontrado a resposta!

Hoje com 21 anos, como que por auxilio lá do auto, começei a ver nessa semana relatos de pessoas que foram curadas atráves da terapia de vidas passadas, sintomas que eu sempre sofri como timidez, depressão, isolamento, mediunidade mal orientada, brigas com familias, carencia afetiva e vida profissional, tentei buscar alguma forma de uma auto regressão mais não achei :lol: , também acho q fazer isso é algo impóssivel.

Então resolvi procurar no Google alguma clinica que fazia terapia de vidas passadas em Goiania, até então eu nem sabia que existia isso aqui, só tinha visto pela televisão.

Encontrei o blog da Crisanne Braga, uma ótima terapeuta holística daqui da cidade, li algumas matéria no blog dela e entrei em contato querendo saber os valores, e quando ela me respondeu até que eu achei barato, eu tava perto de receber mesmo, sacrifiquei algumas contas pra pagar a sessão e fui xingado por isso, mais estava disposto a desvendar tudo isso que acontece na minha vida, como eu, tão novo, só passa por dificuldades, provas atrás de provas, sofrimento, depressão, sou preso a umbanda, se eu resolvo sair minha vida vai pro buraco, são tantas questões que eu ficaria a noite inteira aqui só pra escrever.

Hoje foi minha primeira sessão, a teraupeuta me causou uma boa impressão, a gente conversou e logo eu familiarizei com ela, achei que não teria coragem de contar os meus problemas pra uma desconhecida, mais consegui falar sobre tudo com ela, aliás, sobre quase tudo, que eu sou viciado em punheta não tive coragem de dizer, mais assim que cheguei em casa eu mandei um e-mail pra ela contando sobre o assunto.

Enfim, me abri todo pra ela (no bom sentido), falei de todos os meus problemas que até então só estavam guardados na minha mente, e pra minha surpresa já veio uma bomba; ela me disse que eu não sou vítima e que nesse mundo não existem vítimas, e que eu estou apenas pagando por algo que ainda vamos descobrir quando começar a regressão a partir da 2ª sessão.
Ela também criticou o fato de a umbanda não trabalhar com a Apometria (até então eu nem sabia o que era isso), e que trabalhar com exú e pomba gira só vai me fuder a vida. (mais? :? ).

Durante um momento de descontração e risos, eu tive um momento muito estranho, senti um espírito próximo de mim e de repente eu tive uma sensação de que eu já havia estado naquela clínica ali antes, em algum momento desta ou outras vidas, ou em algum sonho que eu sonhei em algum momento da vida, não sei. só sei que aquela sensação me revelou que eu deveria está naquela clínica ali hoje.

A primeira sessão foi apenas da Anamnese, que foi eu contar meus problemas pra ela e ela me explicar como funciona a terapia de vidas passadas, eu já havia estudado sobre o assunto e já sabia mais ou menos como funciona, mais estou louco mesmo é para fazer a regressão, quero descobrir que eu fui em vidas passadas, que pecado é esse tão grande que eu cometi para eu estar pagando tão caro nesta vida??, agora vou a raiz dos problemas, quero resolver essas questões passadas, pagar o que eu devo e ser feliz finalmente, vou arrancar dinheiro do chão pra mim fazer a terapia, mais concerteza estarei lá, e concerteza vou postar aqui pra mim mesmo ler!!

Boa noite :)


  [Voltar]  


Comentários

Comentários (3)




Para fazer comentários, realize o login.





Domingo, 06 de Novembro de 2011 às 01:55
Deixeei de o comentario nos recados, porq naaum coube beijos !

(
0
)
(
0
)

Domingo, 06 de Novembro de 2011 às 01:55
Acho que acabei matando um homem que tentou se aproveitar de mim, ou algo do gênero. Mas enfim, qualquer que seja o método de terapia que você utilize, você não pode é deixar de se tratar. O meu terapeuta também trabalha com questões de vidas passadas, mas na maioria das vezes tratamos problemas dessa vida mesmso.
Beijos e fique bem.

(
1
)
(
0
)

Domingo, 06 de Novembro de 2011 às 01:55
Bem, eu sou espírita, e apesar disso ainda fiquei me questionando sobre a veracidade ou não da terapia de vidas passadas. Mas pelo que vi, tem muita gente que se beneficia disso. Mas não se fruste se não conseguir das primeiras vezes, no começo não fica muito claro. Mas enfim, seja produto da minha mente ou não, apareceu na minha mente uma odalisca loura que dançava pros homens por dinheiro.

(
1
)
(
0
)

 

Últimos Acessos


 

Destaque

    Twitter Facebook Orkut